20 de fev de 2011

Meu mundo

É difícil falar dele, porque so quem sabe dele sou eu.Em algumas noites antes de dormir penso que tudo esta andando bem e que finalmente tudo mudou, mas quando vem a manha e olho em volta tudo esta no mesmo lugar.Principalmente se deixei desarrumado como se faz com pratos depois do jantar, eles ficam esperando para serem lavados no dia seguinte.
Nos arrependemos de os haver deixado ali, como fazemos com a vida, muitas vezes para nao dizer sempre, deixamos de fazer o que para nos precisa ser prioridade.O tempo passa vem o cansaço, a velhice, continuamos a fazer o que nao devemos e nos sentimos cada dia mais tristes.Dificil escrever o que nao vivemos apenas para alegrar os olhos e o coraçao de quem le.E fazer deste pequeno espaço um diario ele com certeza ficara horroroso, sem graça nenhuma.Colher os espinhos e torna-los em flores, pintar os dias de cores brilhantes, cultivar amigos, estudar o mundo. Se faz necessario mudar tudo todos os dias, para que a vida tenha sabor e cor. Ter vindo viver em um pais completamente diferente do meu , me ajudou a ver de uma maneira bem diferente. Por isso pessoas que se acham ou sao interessante, costumam escrever e viver outras culturas, para se  tornarem outras pessoas.
Realmente so existe uma verdade absoluta que é Jesus Cristo, o resto muda todos os dias. Precisamos buscar uma maneira de alcançar melhores dias, mais felizes, mais alegres, cheios de bons momentos.A verdade é que quando escrevemos e colocamos para fora o que vai dentro da nossa alma, nos sentimos melhores. Se voce ler este texto e puder escrever algo que faça mudar meu caminhos , nao se deixe intimidar pode faze-lo.

Um comentário:

  1. Uma colega de blog me indicou ano passado um livro, em que a história é de uma mulher que foi condenada à fogueira, acusada de ser bruxa, mas que tinha a alma mais pura de toda aquela cidade.

    Acho qdo o mundo, mas mais ainda as pessoas que convivemos nao nos entendem, eles tendem a nos querer mandar pra fogueira. Uma fogueira no sentido figurativo, mas que mesmo assim dói e queima. E a gente se sente no meio de um deserto, ou queimando na fogueira.

    Se conselho fosse bom, nao era dado.

    Tá muito bonito seu blog, mas que puxa ;))

    ResponderExcluir