26 de mar de 2011

Ser ou nao ser...

Foi andando por esses caminhos  cheios de curvas, algumas vezes muito seguidas e belas, outras vezes abertas, porém sem cor e sem sabor, que eu a encontrei. Nao imaginava que ela faria parte da minha vida, assim de um jeito tao agregado, como tem sido. Nao tem sido facil, conhece-la profundamente, porque as pessoas as vezes se mostram ja de frente, outras transforman-se como borboletas. E voce nao gosta do resultado. Seria bom que nao tivesse conhecido, foi como casamento, porque para mim, todo agregamento é um casamento. Amizades, relacionamentos entre homens e mulheres,   ou no local de trabalho. Tudo é um casamento e como tal com o tempo se desgasta fica feio e sem graça. Gostaria que continuasse a ser como o principio mas esta deixando muito a desejar.

Sou meio à antiga e penso que ser original ainda é mais legal.
Ser e fazer pensando uma coisa e sendo outra , para mim nao tem valor.
Por isso na vida desta pessoa as coisas  sao belas, e as minhas muitas vezes nao tem graça, porque nao é todo dia que verdade  tem graça.
Bom que as pessoas nao sao como somos nos, mas sao comos os nos, dificeis de desmanchar e transformar.
Gostaria de poder falar, mas nao penso que serei entendida.
Entao que continue assim, para ver como se desenrolaram os nos ou nos.

As nuvens mudam sempre de posição, mas são sempre nuvens no céu. Assim devemos ser todo dia, mutantes, porém, leais com o que pensamos e sonhamos; lembre-se, tudo se desmancha no ar, menos os pensamentos.

Um comentário:

  1. Surgir do mais fundo de nós mesmos é um treinamento à la Tropa de Elite! E como saber fazer isso? Só quando as emocoes sao tocadas, caso contrário, ficam estacionadas.

    E fica a eterna dúvida do que seria menos torturante: ser ou nao ser?

    Beijos!
    # Muito bom esse texto :-)

    ResponderExcluir